maio 17, 2009

Vida vivida


A vida é para nós o que concebemos dela. Para o rústico cujo campo lhe é tudo, esse campo é um império. Para o César cujo império lhe ainda é pouco, esse império é um campo. O pobre possui um império; o grande possui um campo. Na verdade, não possuímos mais que as nossas próprias sensações; nelas, pois, que não no que elas vêem, temos que fundamentar a realidade da nossa vida.

"Livro do Desassossego"

Fernando Pessoa

Mais uma vez agradeço a Ana Caranova por me permitir partilhar a sua arte e sensibilidade.
E as suas palavras:

'foi com muito gosto que li o seu e-mail. Autorizo com todo o prazer a utilização da minha imagem para os fins apresentados. É muito gratificante saber que os nossos olhares, partilhados virtualmente (...) , podem ter outros objectivos nobres e que sobretudo transmitem uma mensagem.'

Cumprimentos e bom trabalho

Ana Sofia Caranova

Convido a todos a visitar a sua galeria de fotografias, magníficas, aqui.

1 comentário:

Professorinha disse...

Tem fotografias lindas!

Bjs